4.7.13

Resenha: Julieta


Posso dizer com absoluta certeza que esse foi um livro que nunca esquecerei, comprei ele por sua capa bonita, e demorei bastante tempo para ler ele, já tinha me decepcionado antes de começar a ler, mas tudo bem, fui lá e li, e quando cheguei no terceiro capítulo, comecei a criar sentimento pelo livro, e fui me apaixonando cada vez mais, a ponto de passar 2 dias, dedicando todo o meu tempo apenas para sua leitura, é um livro grande, porém a cada palavra o livro se renova, e parece que a cada momento o livro muda de um jeito que eu não sei dizer se é feito de romances, guerras, uma caça ao tesouro ou tudo isso junto! Só sei que  vale apena, quando chegar no final, você vai me entender!


Sim, como você pode imaginar, essa Julieta tem haver com a obra Romeo e Julieta do nosso querido Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, que nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem de forma suspeita. 

Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei. A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. 

Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena. Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando.

O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias. E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provavelmente é a próxima vítima.

Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo. Instigante, repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda de mais de 600 anos que atravessou os séculos e foi imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna, que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.

Ao contrario da história de Shakespeare, a história se passa em Siena, na Itália (prepare-se para se apaixonar por essa cidade e descobrir várias coisas sobre ela) e no século 21.


Pelo que andei pesquisando, há um filme do livro (e como eu nunca vi?) mas acho que vale apena ver o livro, se um dia chegar a ver o filme, edito aqui, e falo qual dos dois eu preferi, mas esse livro, realmente é um dos meus favoritos (atrás do diário de Anne Frank claro), espero que gostem, e que leiam esse livro maravilhoso!

É isso guys,
 xoxo lnz.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...