4.4.14

Resenha: Quem É Você, Alasca?


Sinopse:
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras — e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez.

O Primeiro Amigo, a Primeira Garota, as Últimas Palavras

"François Rabelais. Era poeta. Suas últimas palavras foram: 'Saio em busca de um Grande Talvez.' è por isso que estou indo embora. Para não ter de esperar a morte para procurar o Grande Talvez." 

Quem É Você, Alasca? conta a história pelos olhos de Miles Halter, um garoto que morava na Flórida com seus pais e levava uma vida medíocre, até ir para uma escola preparatória no Alabama e conhecer pessoas que mudariam sua vida para sempre: Chip Martin (Coronel), Takumi e Alasca Young, a garota mais maravilhosa e inalcançável. Eles entram na vida de Gordo (apelido que Coronel deu para Miles, mas de gordo mesmo ele não tinha nada) e com eles ele vive tudo que ele nunca tinha vivido, experimentando tudo o que a liberdade e a não supervisão na adolescência proporciona.



Desde o primeiro momento, Alasca conquista o coração de Miles. Ela é misteriosa, rebelde, engraçada e linda, e ele fica quase o livro inteiro sendo um bobão apaixonado, apesar de em alguns certos pontos ele questionar alguns defeitos dela. 
"Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem. Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela um furacão."

"Se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela um furacão." - Miles

Enquanto a grande questão da vida de Miles é achar seu "grande talvez", a de Alasca é “Como sairei deste labirinto?”. O que é o labirinto? É a morte, a vida? Cabe a Miles tentar responder.

"Passamos a vida inteira no labirinto, perdidos, pensando em como um dia conseguiremos escapar e em como será legal. Imaginar esse futuro é o que nos impulsiona para a frente, mas nunca fazemos nada. Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente."

"Você precisa entender que eu sou uma pessoa profundamente infeliz" -Alasca

A maravilhosa narrativa do John Green te envolve a cada palavra e você não consegue desgrudar das páginas. Aí quando você chega no "depois", segunda parte do livro, ele fura seu olho, te passa uma rasteira e te chuta no chão. Mesmo assim, você volta a ler depois de algum tempo refletindo sobre o que aconteceu, simplesmente porque é o John Green, e você sabe que você vai se surpreender ainda mais.

Achei os personagens bem parecidos com os de "Cidades de Papel": o protagonista, meio nerd, o melhor amigo super engraçado e a garota linda e misteriosa. Apesar disso, os dois livros são muito bons de formas diferentes.

Um dia, ninguém vai lembrar que ela existiu, escrevi no caderno, e depois, ou que eu existi. Porque as lembranças também desmoronam. Então não nos resta nada, nem mesmo um fantasma, apenas sua sombra."

Eu recomendo demais esse livro, como todos os do John Green. Atendendo as expectativas que eu criei desde que terminei A Culpa É Das Estrelas, todos os livros dele são muito bons. Pode escolher qualquer um, não tem erro. Já li todos, tirando Deixe A Neve Cair, então ainda estou esperando um livro dele que eu não goste.


"As últimas palavras de Thomas Edison foram: "O outro lado é muito bonito." Eu não sei onde fica o outro lado, mas acredito que seja em algum lugar e espero que seja bonito." - Miles



Essa parte é um pequeno extra para vocês! Enquanto eu procurava imagens para esse post, achei uma imagem de margaridas e lembrei que tenho visto bastante essa estampa (fundo preto com margaridas), que me lembra muito a capa de Quem É Você, Alasca?. Influência de John Green? Não sei, só sei que eu adoro. Por isso, resolvi pegar mais algumas imagens e deixar junto com esse post para vocês



PS: Não se esqueçam que estamos com vagas abertas! Se inscreva aqui
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...